domingo, 27 de setembro de 2015

Survival Mode (Modo Sobrevivência): Paper Mario Sticker Star

 
Olá povo lindo que está vendo meu Blog, tudo bem? hoje eu lhes trago a minha crítica ao Paper Mario Sticker Star.
Paper Mario Sticker Star é o último jogo da série de Spin-Offs (não faz parte da história original) Paper Mario até agora é o primeiro da série a ser lançado para um console portátil da Nintendo. Ele foi bom mas não tanto quanto seus antecessores. Como será a qualidade do jogo? vamos descobrir.
O jogo começa com uma música que se você prestar atenção, você já ouviu de algum lugar (ou não), e essa música é bem parecida com uma música chamada Prelude In G-Major (talvez seja uma variação). Agora, sobre o visual do jogo, é até um visual bem legal (até rimou): os personagens são feitos de papel como o nome sugere (Paper Mario), num estilo Cartoon (desenho animado*),  veja a imagem abaixo

gostou ou não? comente nos comentários,óbvio,continuando...
agora vou falar sobre a jogabilidade: ao contrário de outros RPGs (sim o jogo é de RPG) ele não tem um mapa livre pra explorar, é apenas um mapa estilo Super Mario World onde você pode começar no mundo que você quiser procurando adesivos pra colar em um livro de adesivos sagrado usando adesivos pra batalhar - um sistema que não funcionou muito bem porque é assim: você pega um adesivo de seu livro pra atacar um inimigo, você não escolhe quem você quer atacar e depois de um turno o inimigo ataca e isso é uma desvantagem quando se tem mais de um inimigo, mas, não se preocupe, tem o Battle Spin, no qual você encara um jogo daqueles de cassino em que você tem que alinhar três imagens iguais e assim atacar mais de um inimigo, só que isso gasta dinheiro e quando você vai comprar um adesivo e você está com pouco dinheiro é um problemão. Vemos que o sistema de batalha não funciona muito bem, mas, sejamos francos, isso é uma explosão de criatividade. Tem adesivos de sapato pra pular, martelo pra martelar (óbvio), e uma porção de coisas, além de adesivos especiais que são objetos da vida real  muito fortes e atacam todos os inimigos, tem de tudo: de bodes, ventiladores a celulares até guitarras, fornos e bolas de boliche.  A dificuldade do jogo é bem fácil não tem nenhum desafio, agora chega de falar de jogabilidade.
Por último eu vou falar coisas sem entrar em detalhes sobre  a história e a trilha sonora, a história não é grande coisa, é apenas assim: estava rolando uma festa de adesivos até que Bowser chega e estraga a festa e  mais uma vez a princesa Peach é sequestrada e o nosso herói tem que recuperar os sagrados adesivos reais e salvar a princesa  com a ajuda de um adesivo em forma de coroa chamado Kersti. A trilha sonora é formada apenas por música instrumental de trompete, saxofone e outros instrumentos, chega de perder tempo e vamos aos prós e contras!
+ Visual legal 
+ Explosão de criatividade 
- O sistema de batalha não funciona muito bem 
- Muito fácil 
Nota Final: 
7.0 
 
Legal 
Resumindo: uma boa pegada ao universo de Paper Mario porém o sistema de batalha pode frustrar os jogadores mas até que vale a pena ter o jogo. 
Você concorda comigo ou você acha que a minha nota deveria ser maior ou menor? faça sua crítica e me surpreenda! tchau.

* falando em desenho animado vou fazer uma crítica a um desenho  do Discovery Kids, aguardem.
*

4 comentários:

  1. Continue assim, Ivan! e parabéns pela sua décima postagem!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Adoro seus post. Vc realmente entende de games

    ResponderExcluir
  4. depois vou ter que jogar com você, para que possa me explicar direitinho esse tal sistema de batalha. eu já tive Paper Mário no emulador para PC e não gostava muito.
    O que eu gosto mesmo é Space Fox. O que você tem a dizer sobre este?

    ResponderExcluir