quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Extra Mode: Super Mario Odyssey em Cereal

Imagem relacionada 
Olá, povo que adora comer cereal no café da manhã, tudo bem? A mais ou menos uma semana, vi notícias de que um cereal de Super Mario Odyssey sai em 11 de dezembro lá nas terras de Donald Trump (Make America Great Again!!!!), então, que tal nós vermos esta coisa de perto? 
A fabricante do cereal é a Kellogg's (você provavelmente já deve ter comido um de seus cereais, comente se a resposta for sim), mas não é isto que chama a atenção e sim o fato de que a própria caixa do cereal é um Amiibo, se você não sabe o que é, sente-se e ouça o professor (ou neste caso, leia o que o professor fala): Amiibo é basicamente um tipo de boneco de algum personagem da Nintendo que quando escaneados no controle em um jogo que seja compatível pode adicionar conteúdo extra ou algo que possa ajudar o/a jogador(a) em situações apertadas. A caixa do cereal permite que os jogadores ganhem um número misterioso de moedas, de fato isto não é grande coisa, mas vamos admitir que um "brinquedo" compatível com um Game e que ao mesmo tempo é um cereal matinal é uma ideia bem legal. Só me pergunto de que são os sabores do que dizem serem Marshmallows na capa (não dá pra ver na imagem por culpa do tamanho), o cogumelo deve ser de morango, o cogumelo 1-UP deve ser de limão e o bloco de interrogação deve ser de banana (se for assim, o Donkey Kong provavelmente vai querer um), ou talvez não tenham nenhum sabor, se for isto eu nem ia me importar, eu nem gosto de Marshmallows (desculpe se você gosta, mas todo mundo tem o direito de opinar). 
O que achou do cereal? Adoraria devorá-lo? Você acha que os Marshmallows tem sabor de alguma coisa? Gostou da postagem? Comente e compartilhe nas redes sociais, Game Over.

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Survival Mode: Kirby's Epic Yarn

Resultado de imagem para kirby's epic yarn 
Olá, povo que adora lã e tricô, tudo bem? A 6 meses atrás eu fiz uma postagem sobre os meus 8 jogos favoritos, depois de um tempo percebi que na verdade deveria ser dos meus 9 favoritos e esqueci de colocar este jogo que é muito especial para mim, além do Kirby ser um dos  meus personagens favoritos da Nintendo, este é o meu jogo favorito dele e meu segundo jogo favorito de todos e vou fazer, agora,  uma análise dele. Bora lá!!! 
Fase 1: Enredo 
Kirby nunca foi uma franquia conhecida pela história de seus Games, mesmo assim vou contar a deste aqui. Era um dia pacífico em Dream Land (lugar onde os jogos do Kirby se passam, traduzindo ao pé da letra significa terra dos sonhos), até que se ouve rumores de um feiticeiro chamado Yin-Yarn (aquele lá no cantinho da capa) que transformava qualquer coisa em lã. Kirby se deparou com sua comida favorita (tomate) em cima de um arbusto, mas infelizmente o tomate pertencia ao feiticeiro e ele ficou tão zangado que mandou Kirby para um mundo alternativo onde é tudo feito de lã, tecido e outros materiais. Kirby estava inconsciente e quando sua consciência voltou, percebeu que tinha se transformado em lã e viu um garoto em apuros, a bola rosa tentou ajudar mas a sua icônica habilidade de sugar monstros para copiar seus poderes não funcionava, pois o ar atravessava seu corpo e do nada ele se transformou num carro (o tomate concedeu a ele o poder de se transformar em vários objetos) e conseguiu levar o garotinho que estava em perigo. O nome do menino era Princípe Fluff (é o bicho azul que está na capa), ele estava tentando consertar o Reino dos Remendos (lugar onde Kirby foi parar) que foi destroçado por Yin-Yarn. Então, os 2 partem numa aventura para restaurar o reino. Não é grande coisa mas não tenho nada a reclamar, é um jogo infantil e não tem foco na história, o que você esperava? Algo que aprecio muito no jogo é que as cenas cinematográficas são narradas de um jeito que faz parecer que alguém está contando uma história para uma criança e isto eu achei atraente e charmoso.
Fase 2: Gráficos 
Resultado de imagem para kirby's epic yarn
Como dá pra ver, não só os gráficos como também a arte em geral são lindos, é tudo colorido e detalhado, as animações são bem fluentes e tudo isto só enriquece mais com a interação entre Kirby e os cenários do Game (explico isto depois). Ver estas imagens faz parecer que os gráficos são 2D, só que na verdade são 3D do tipo relativamente realista, você irá perceber apenas jogando ou vendo um vídeo no Youtube. Se você não gostou dos gráficos por parecerem infantis ou pelo estilo infantil não parecer realista, não pense neste tipo de coisa, eu sei que todo mundo tem o direito de opinar sobre qualquer coisa e não estou desrespeitando sua opinião, é que gráfico não precisa ser realista para ser bonito, precisa ser bom dentro do que se propõe a fazer.
Fase 3: Som 
Começando pela trilha sonora: as músicas são mais calmas e alegres do que em outros jogos que o Kirby já teve, elas são bem infantis, apesar disto não são ruins, várias destas músicas contém pianos e, às vezes,outros instrumentos. Sendo franco, as músicas até que se encaixam bem com os cenários e muitas vezes elas te deixarão alegre. Vou colocar a minha música favorita do Game pra vocês ouvirem:
O que acharam?
Sobre os efeitos sonoros, até que eles são bem prazerosos, é satisfatório ouvir o som de quando coleta gemas ou seleciona uma fase, não tenho muita coisa a comentar a respeito disto.
Fase 4-1: Controles 
Resultado de imagem para wii remote
O controle Wii Remote (controle do Wii) é bem versátil, graças as múltiplas formas de se jogar com ele, entretanto, este Game só utiliza o controle em posição horizontal (a imagem mostra-o em posição vertical) e apenas os botões 1 e 2 do controle. Agora sim demonstrarei a jogabilidade deste Game. Não é grande coisa que os direcionais em forma de "setas" são para andar, mas apertando 2 vezes para a frente Kirby se transforma num carro fazendo com que se movimente mais rápido e apertando para baixo no ar, a bolota rosa transforma-se em uma bigorna para atacar os inimigos por cima. O botão 1 faz com que Kirby possa desamarrar os inimigos com um chicote em 5 direções diferentes e segurando o botão, os enrola em forma de bola para possibilitar que sejam arremessados e sim, esta é principal forma de ataque e não é só pouca coisa não, com o chicote é possível abrir zíperes, pendurar em botões ou abrir tesouros. O botão 2 serve para pular (é claro que não pode ser um jogo de plataforma sem ter um botão de pulo), segurando-o enquanto cai o personagem se transforma num paraquedas permitindo-o cair mais lentamente. Os controles são simples porém eficientes, os comandos respondem e funcionam bem. Também é possível jogar com 2 pessoas, a primeira controla o Kirby e a outra controla o Príncipe Fluff. Este é o único jogo do Kirby que não dá pra morrer, ao invés de tomar dano ou morrer caindo num precipício, os personagens apenas perdem gemas (o equivalente ao dinheiro no jogo).
Fase 4-2: Level-Design 
Resultado de imagem para kirby's epic yarn
As fases são ótimas, elas são bem extensas e tem vários coletáveis para pegar, os temas dos mundos não são exatamente originais (grama, água, neve ETC.), porém cada fase dos mundos apresenta uma ideia tão única e criativa que deixa as fases com identidade própria e você nunca sente que está sempre passando pelos mesmos lugares. Em geral, as fases foram bem construídas.
Fase 4-3: Transformações 
Metamortexes
Em algumas fases se deve pegar objetos chamados de Metamortex para passar de certos trechos de uma fase, as transformações dos personagens mudam drasticamente a jogabilidade e aqui vão todas elas. Começando com os 3 Metamortex (provavelmente não tem plural) da imagem. Este verde é o Tanque, com ele é possível flutuar, mirar e atirar mísseis, com 2 jogadores um deles faz tudo isto e o outro dá socos. Atrás deste está o Disco Voador, é uma das poucas transformações que podem se mexer para todos os lados, com o botão 2 é possível abduzir objetos e inimigos, ao abduzir 3 coisas e apertar o botão 1, o disco lança uma rajada elétrica que pega toda a tela, com 2 jogadores cada um controla o seu. Aquele lá no fundão é o Golfinho, esta transformação é usada apenas em fases aquáticas, permite que os jogadores nadem mais rápido e o botão 1 dá uma investida como ataque principal.
 Agora os que não estão na imagem. Em fases de fogo se usa o Caminhão de Bombeiro, os jogadores miram a mangueira inclinando o controle (com o tanque também) e com o botão 1 lança jatos de água. De longe a pior transformação é o Trem, ao invés de usar a já citada posição horizontal do controle, se usa a posição vertical, tudo que você precisa fazer é usar o sensor de movimento do controle e apertar o botão A para desenhar trilhos na tela e o botão B para trocar a direção que a locomotiva anda, com 2 jogadores um desenha trilhos de cada vez.  Em poucas fases usa-se o Surfista, ele anda automaticamente, o botão 2 ainda continua como o botão de pulo e o botão 1 faz um ataque giratório que quando acerta um inimigo faz o Surfista quicar, com 2 jogadores um faz isto tudo e o outro pode chacoalhar o controle para fazer a prancha flutuar por um curto período de tempo. Em fases subterrâneas se usa a Escavadeira, a única coisa que pode fazer é cavar com o botão 1 (já era de se esperar), não deixe que esta descrição simplística te faça pensar que é uma transformação ruim, ela até que é boa. Em fases no céu se deve usar a Nave e o Foguete, decidi colocar duas de uma vez porque são basicamente iguais, a única diferença é que a Nave se move na horizontal e o foguete se move na vertical, basicamente controla igual a um jogo de nave, dá pra se movimentar livremente e atirar estrelas com o botão 1. Deixei o melhor para o final, o Carro Off-Roader é uma forma usada apenas em fases de corrida, o botão 1 acelera e o botão 2 ainda pula, com 2 jogadores na tela, um acelera e o outro serve como turbo temporário. As minhas formas favoritas são Off-Roader, Surfista e Golfinho e as que eu menos gosto são Disco Voador e Trem, não é a mesma coisa que as habilidades absorvíveis dos outros jogos da série, mas pelo menos é uma mecânica divertida.
Fase 4-4: Apartamentos 
Quilty Square
Enquanto você não está explorando fases, dá para visitar e decorar os apartamentos do prédio que está no canto direito da imagem, inclusive o Kirby tem o seu próprio apartamento e dá pra decorá-lo com objetos como camas, mesas, papéis de parede e outras coisas que podem ser achadas em fases ou comprando nas lojinhas que estão no meio da imagem, não é uma mecânica muito relevante mas é legal e de certa forma adorável. O que realmente precisava mencionar são os outros moradores, cada um de seus apartamentos precisam ser decorados com objetos específicos. Depois de terminar a decoração, eles finalmente aparecem e falando com eles dá pra fazer seus desafios como derrotar todos os inimigos, pegar todos os cristais e muito mais e ao completar estes desafios você é recompensado(a) com papéis de parede. Estes desafios são uma das poucas coisas que podem tirar o sorriso de seu rosto, tá certo que um pouco de desafio é algo importante num jogo de videogame, os desafios aqui não são difíceis apenas chegam a ser um pouco chatos e no geral foram forçados, Kirby's Epic Yarn é um jogo feito para relaxar, apreciar o estilo artístico e sentir bem (deve ser por isto que a Good-Feel fez o Game, literalmente o nome da empresa é boa sensação) e uma vez eu vi um argumento numa análise de um canal gringo do Youtube (AntDude é o nome) mais ou menos assim " Quando você tenta forçar desafio em um jogo que não é desafiador, realmente dá pra sentir que é forçado" e pra falar a verdade concordo com ele, os desafios não são muito divertidos e basicamente são o único ponto fraco desta maravilha, o único desafio divertido é o esconde-esconde de Zeke (os nomes dos vizinhos também estão na imagem). Que venha o verídico!!!!
Fase Final: O Verídico 
Prós:
+ A narrativa estilo história infantil é charmosa 
+ Sua arte e gráficos são lindos demais 
+ Trilha sonora alegre 
+ Jogabilidade ótima 
+ Level-Design excelente e diversificado 
Contras: 
- Alguns dos desafios dos apartamentos chegam a ser chatos 
Nota Final: 
9.5 
Resumindo: Kirby's Epic Yarn além de ser um dos melhores jogos do Kirby, como também é o meu segundo jogo favorito de todos os tempos, sua arte e gráficos são lindamente charmosos, a trilha sonora é alegre e marcante, sua jogabilidade apesar de não ser como os outros Games da série ainda é ótima, suas fases são bem construídas, variadas e criativas deixando-as com sua própria identidade e as cenas narradas em estilo história infantil são realmente adoráveis, não recomendo para pessoas que querem algo desafiante e sim para pessoas que querem algo diferente, relaxar, que estão começando sua carreira gamer, famílias que tem filhos e não-gamers, se você tem preconceito com este tipo de coisa para crianças, jogue mesmo assim: talvez isso mude sua ideia. 
O que achou do Kirby's Epic Yarn? Qual o seu jogo do Kirby favorito? (se pelo menos tiver jogado um) Gostou da postagem? Comente e compartilhe nas redes sociais, Bye Bye!

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Minha homenagem ao falecido Miiverse

Resultado de imagem para miiverse
Olá! Em 18 de novembro de 2012, o console Wii U foi lançado pela Nintendo, com ele veio uma espécie de rede social chamada Miiverse, lá os jogadores podiam publicar desenhos, textos e suas experiências com jogos. E no dia 8 de novembro deste ano, a rede social chegou ao seu túmulo e esta é a minha homenagem.
O fim do Miiverse significa que todos os jogos que tem uma funcionalidade extra com a rede perdem a tal funcionalidade, como por exemplo: Em Nintendo Land, após jogar o Mini-Game que o jogador tenha escolhido, era possível ver postagens de outras pessoas que jogaram o Mini-Game (até hoje eu lembro que encontrei uma hilária postagem escrita Nutella).
Vários jogos perderam funções como esta, mas sem tirar o brilho. Este serviço Online não é apenas exclusivo do Wii U, em 2013 chegou ao 3DS, não vejo muita gente comentando sobre isto e eu raramente usava o serviço no 3DS. Para comemorar o fim desta rede, um comunidade chamada Everybody's Message Community (comunidade de mensagens de todo mundo) foi criada, muitas pessoas dentro da comunidade enviaram postagens para criar um mosaico que pode ser visto no site do Miiverse (dá pra ver no seu PC ou celular).
Resultado de imagem para miiverse
Eu planejava fazer uma última postagem no Miiverse assim que estivesse perto de acabar, como acabei esquecendo esta postagem, fiz esta homenagem. Sentirei saudades dos memes e desenhos ali e aqui, não estou emocionado ou triste, mesmo assim até pode ser considerada uma bela homenagem apesar de simplória, e como vi em um comentário gringo no Youtube, "A fera pode estar morta, mas seu coração ainda bate". Adeus Miiverse, descanse em paz.

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Fases "assustadoras" em jogos que não são de terror

Olá, povo que paralisa de medo quando assiste filme de terror, tudo bem? É claro que eu deveria fazer algo relacionado a terror para comemorar o dia das bruxas (desculpe, mas aqui não se comemora o dia do saci), o problema é que jogos de terror não são meu forte e daí pensei em escrever sobre fases com temática de terror (sem necessariamente ser assustadora) em Games que não são de terror, Vamos lá! 
Lembrete: Quando digo com temática de terror, não entram jogos que são inteiramente assim ou jogos que não são de terror mas se baseiam inteiramente nesta temática. Agora, a regra mais importante, só entram fases de jogos que joguei. 
Vários Games do Mario tem fases que se passam em casas mal-assombradas, mas sinto que a do Super Mario 64 é mais especial. 
Imagem relacionada
Big Boo's Haunt é uma fase interessante por 2 motivos, o primeiro é por ser uma mansão assombrada que fica dentro de uma gaiola (não é visível na imagem) e o segundo é por ser uma fase imensa (talvez uma das maiores fases do jogo). A mansão é recheada de coisas legais, um piano monstro, uma biblioteca onde os livros querem te matar a todo custo, um carrossel com fantasmas, lança-chamas ETC. A fase é legal tanto pra explorar quanto para fazer as missões (não entrarei em detalhes) e a melhor coisa da fase é o boné da invisibilidade, não deixa o Mario invisível, apenas deixa ele transparente e intangível, assim permitindo que ele atravesse quadros e não sofra dano.
Desde Metal Slug 2, a série começou a ter algumas fases com monstros da cultura do terror e decidi incluir a segunda fase do Metal Slug 3, por ter me marcado mais.
Imagem relacionada
A fase, aparentemente sem nome, chega a ser um pouco nostálgica para mim, a fase é cheia de zumbis resistentes e tem muitos inocentes que precisam ser salvos, por causa disto acabei tendo birra com a fase (eu sei que salvar os inocentes não muda em nada, mas quero fazer mesmo assim). Não briguem comigo, esta fase tem pontos bons! Os zumbis podem infectar não só os inocentes, eles também podem te infectar, na forma de zumbi o personagem fica lento, não pode agachar e os pulos ficam baixos e demorados, mesmo assim é divertido, pois as granadas são substituídas por um poderoso vômito de sangue que pega a tela inteira, as únicas maneiras de voltar a ser humano são morrendo ou pegando o Kit médico, às vezes  é chato pegar os Kits médicos pelo fato de alguns trechos da fase te forçarem a virar um zumbi, mas tem muitos Kits por toda parte. Não são apenas zumbis que tem neste lugar, inclusive tem macacos e elefantes com metralhadoras, nuvens de choque que te auxiliam e o chefe da fase são alienígenas que rodam e atiram, depois de matá-los, o verdadeiro chefe vem pra briga, eu não sei descrever bem como ele é fisicamente (talvez um tipo de sinal que atira tumbas), mas ele é legal de enfrentar. Com esta relação de amor e ódio eu coloco esta missão (as fases de Metal Slug são chamadas de missão) na lista.
Kirby é um dos meus personagens favoritos da Nintendo e no meu jogo favorito dele tem uma fase que se encaixa com o tema da minha postagem.
Resultado de imagem para dark manor kirby's epic yarn
Dark Manor de Kirby's Epic Yarn não é apenas uma fase, é a segunda fase secreta do terceiro mundo (não darei dicas de como entrar nesta fase). Sendo franco, não tenho uma opinião formada sobre a mansão, o que posso escrever é o fato de ser uma mansão escura, na qual seu campo de visão fica limitado e você precisa enrolar fantasmas para usá-los como lanternas (uma das mecânicas do Game consiste em enrolar os inimigos em forma de bola para arremessá-los, já que o jogo se passa num mundo feito de lã e o Kirby não pode mais usar os seus poderes característicos) e tem uma sessão sub-aquática nesta grande casa fantasmagórica. O único ponto que consegui opinar é que a música da fase até que é legalzinha, escutem:
O que acharam?
Consegue lembrar de alguma fase de terror que não seja de um jogo de terror? Gosta de coisas deste tema? Gostou da postagem? Comente e compartilhe nas redes sociais, Feliz dia das bruxas e não peguem diabetes!

sábado, 21 de outubro de 2017

Personagens inúteis em jogos competitivos

Olá, povo que faz nada esquerdo direito, tudo bem? Já que fiz uma postagem de personagens de games competitivos que tem muitas vantagens, farei o oposto, Bora lá!!! 
Lembrete: Quado escrevo competitivo, não quer dizer que faça parte dos E-sports (torneios grandes de Games) e sim que tenha modos de jogo em que você possa jogar contra outras pessoas. Jogar com um personagem "inútil" não tem nada de errado, dá pra gostar de jogar com ele(a) mesmo não sendo lá estas coisas ou pode escolhê-los por zueira. Aqui só entra personagens de jogos que eu joguei e eles não estão em ordem específica, se faltar um aqui é porque não joguei seu respectivo Game ou por não ter lembrado, Agora a lista começa!
Em 1992 a SNK lançou Art of Fighting, um jogo de luta que era acusado de cópia de Street Fighter por ter alguns personagens parecidos (é só pelos protagonistas, pois de resto não tem nada a ver), alguns anos depois a Capcom (empresa que fez Street Fighter) mandou uma indireta para este jogo com uma paródia dos personagens do jogo.
Resultado de imagem para dan street fighter
Dan Hibiki é um dos primeiros personagem "piada" já criados em jogos de luta, em um dicionário Gamer, um personagem piada é do tipo que apesar de ter péssimos golpes pode compensar pela comédia, continuando... os seus ataques tem um alcance ridiculamente horrível, somem rápido e um de seus especiais é uma provocação que é útil pra irritar mentalmente os jogadores (as pessoas que jogam, não os personagens que elas controlam), mas o problema é que isto deixa o personagem suscetível a ser atacado (corrija-me se estiver errado), se bem que o dano dos golpes dele em alguns jogos de Street Fighter não é dos piores. Tirando o seu estilo de luta ridículo, Dan é um cara fanfarrão, arrogante e que se acha bom em tudo. O humor que o Dan proporciona fez com que ele se tornasse um personagem querido por alguns fãs da série das lutas em rua.
Não podia faltar um personagem de Smash Bros (se você não sabe é a minha franquia de Games favorita de todas). Este personagem não é inútil em nível abismal (péssimo) que nem o anterior, mesmo assim ele tem de estar nesta lista.
Resultado de imagem para pichu
Resumidamente, Pichu é um Pikachu bebê, antes que alguém surte por ter colocado um bebê na lista, preciso explicar a razão. Super Smash Bros é uma série de Games de luta na qual os personagens da Nintendo brigam uns com os outros, o primeiro lançamento da série foi em 1999 para o Nintendo 64 e depois saiu uma continuação em 2001 para o Gamecube, intitulada de Super Smash Bros Melee, os criadores queriam um Pokémon da segunda geração (que na época era novidade) na lista de lutadores e escolheram-no. Não mencionarei o motivo desta escolha. Os ataques dele são basicamente iguais aos do Pikachu que é um personagem rápido e difícil de jogar, Pichu é mais rápido que sua versão crescida porém mais fraco, os golpes dele até que tem um bom alcance e o pequenino é um dos melhores em voltar para os cenários (o objetivo em Smash é jogar o oponente pra fora do campo de batalha), o real motivo dele estar nesta lista é que ele se machuca com os próprios golpes, os jogos da série usam um sistema de porcentagem de dano, quanto maior a porcentagem mais fácil o inimigo pode ser jogado pra fora e ter um personagem que se machuca usando quase todos os seus golpes é extremamente incômodo. Estava pensando em colocar mais algumas informações, só que acabei decidindo não comentar por causa do texto longo e apenas a versão do Pichu no Smash Bros Melee entra na lista, nos jogos de Pokémon ele também é inútil, mas eu acho que colocar a sua versão de Pokémon é uma covardia maior do que esta do Melee e falando em Pokémon.
Não tenho certeza se este é o Pokémon mais inútil de todos, lembro que uma vez já o capturei e larguei pela inutilidade um tempo depois, acha que é o Magikarp? A resposta é não senhor(a)!!!

Smeargle é um Pokémon relativamente interessante, ele usa seu rabo como pincel e o poder característico dele (Sketch, significa esboço em inglês) permite que possa usar qualquer ataque de todos os Pokémons (eu sei que não tem plural, não precisa comentar), se o Smeargle está nesta lista é porque tem problemas graves que são estes: Em todos os jogos principais de Pokémon os ataques tem um limite de vezes que podem ser usados, o poder característico de Smeargle mencionado antes só pode ser usado uma vez e só pode copiar o último ataque usado pelo Pokémon do adversário. Existe um item que pode recuperar o número de vezes perdidas (ou quase) chamado de Ether, o problema é que o item não pode ser encontrado frequentemente que nem a poção (curar o Pokémon ferido é a função), além de ser um Pokémon fraco e frágil (esqueci de mencionar isto) também vai fazer com que você gaste itens desnecessariamente. Decidi inclui-lo, ao invés do Magikarp, porque o Smeargle aprende apenas aquele poder mencionado, não tem pré-evolução e evolução e pela experiência que tive com ele.
Qual deles você achou o mais inútil? Consegue lembrar de outros personagens inúteis? Gostou da postagem? Comente e compartilhe nas redes sociais, Sejam fortes!

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Jogos infantis que os adultos também gostam de jogar (especial de dia das crianças)

Resultado de imagem para family playing wii
Sim, eu sei que esta foto é meio zoada, não precisa comentar!
 Olá, famílias, tudo bem? Várias pessoas gostam de jogar Videogames, por isto tem jogos para crianças, adolescentes (estou nesta categoria) e adultos, mas também tem jogos que mesmo sendo infantis conseguem agradar jogadores de todas as idades. Por isto e para comemorar o dia das crianças, eu lhes trago esta postagem. Vamos lá!!! 
Vários adultos gostam de algumas franquias infantis por causa da nostalgia dos seus tempos de criança, não só muitos adultos nostálgicos jogam como também crianças que estão começando a sua carreira gamer jogam esta franquia, mesmo não explicando claramente você com certeza já sabe que jogo é. 
Resultado de imagem para mario 
É claro que basicamente todo mundo já chegou a jogar um de seus jogos ou tenha pelo menos ouvido falar dele, Mario é um sucesso desde a sua a primeira aparição em Donkey Kong de 1981 (eu sei que ele ainda não se chamava Mario neste Game), até lançar o Super Mario Bros de 1985, o bigodudo se tornou um clássico instantâneo, boa parte de seus Games envelhecem bem (continuam bons até hoje) e mesmo o Super Mario Oddysey, que não foi lançado ainda, vai ser um ótimo jogo mesmo depois 30 anos. Como o Youtuber Sidão do Game disse em um de seus vídeos "Por que a Nintendo ainda aposta no Mario? Porque ele não envelhece, todos gostam dele, independente de criança e adulto, é o tipo de jogo atemporal, não envelhece e é pra qualquer idade!" ou seja, é inegável que ele é um clássico.
Capturar monstros de bolso, treiná-los e ser o melhor de todos, uma proposta de um RPG simples e ao mesmo tempo complexo que apesar de ser odiado por quase todas as religiões do planeta, é uma franquia amada por muitas pessoas.
Resultado de imagem para pokémon yellow
Desde que Pokémon Red e Blue foram lançados no Japão em 1996, 1998 no resto do mundo e 1999 na Europa, os monstrinhos de bolso fazem sucesso. O sucesso foi tanto que acabou surgindo uma série animada de mesmo nome que ficou tão famosa, mais tão famosa, que tem gente que não suspeita que foi baseada em um joguinho de Game Boy. Existem vários jogadores de Pokémon em sua maioria adultos que jogaram os Games da série quando criança. Não existem muitas crianças jogando a série hoje em dia, pois os Games dos bichinhos estão cada vez mais complexos e técnicos, por isto e por causa do concorrente Yo-Kai Watch, a série acabou perdendo um pouco da popularidade na terra do sol nascente, só que ainda continua popular aqui no Ocidente. Eu sei que tem outros motivos além destes que levaram à perda da popularidade dos monstro no Japão, mas não entrarei em detalhes.
Todas as pessoas comem comida (ah vá!), este personagem não é uma pessoa, mas come pra caramba.
Imagem relacionada
A partir de sua primeira aparição em 1980, a bola amarela fez bonito, várias pessoas com diferentes idades, níveis de experiência, gêneros e gostos jogaram e  milhões de moedas foram gastas. Em alguns anos depois, surgiu o Mario, que ofuscou Pac-Man, então todos os jogos da bola amarelada não ganharam o devido reconhecimento. Mesmo assim, o primeirão ainda é lembrado e ganha muitos relançamentos (inclusive este da imagem é um), o come-come fez uma aparição no último jogo da série Smash Bros, teve alguns desenhos animados e vamos concordar que comer bolotas (ou seja lá o que é aquilo) enquanto foge de fantasmas é divertido.
Organizar pedras que caem do céu e organizá-las em linhas para eliminá-las, uma proposta simples e intuitiva que até hoje não consigo jogar direito viciou muita gente.
Resultado de imagem para tetris
Legenda desnecessária
Tetris, esta famosa franquia criada por russos foi um dos primeiros jogos viciantes da histórias (sou um dos poucos que não ficaram viciados). O jogo dos bloquinhos começou com uma experiência feita em computador numa academia russa de ciências, depois veio ao resto do mundo, onde começou a se popularizar mais.  Verdadeira febre só começou com o lançamento do Game no início da vida do Game Boy (junho de 1989), para o qual foi disparado o jogo mais vendido da plataforma (35 milhões). O segredo do sucesso é por ser um Game longo, com etapas curtas, simples e que atrai qualquer tipo de público.
Não vou colocar apenas um jogo e sim vários que foram lançados na mesma plataforma.

Todo mundo hoje em dia joga joguinhos de celular, não-jogadores, jogadores casuais (aqueles que procuram apenas uma diversão rápida), famílias  ETC. Independente da marca (IPhone ou Android), idade, gênero ou gosto, todos jogam ou já jogaram uma vez, seja Angry Birds, Candy Crush, Clash Royale entre outros. Alguns jogadores experientes tem preconceito com este tipo de jogo, pois dizem ser simples demais e que nem pode ser considerado um Game, apenas um divertimento. Para mim tanto faz se um jogo for para o público casual ou Hardcore (aqueles jogadores que se dedicam e jogam bem), jogo é jogo e jogador é jogador, eu particularmente não gosto muito de joguinhos de celular, muita gente gosta e não vou reclamar.
Se você é um adulto ou adolescente, tem algum jogo infantil que gosta? Você deixaria seus filhos jogarem estes jogos? Faltou algum Game na lista? Gostou da postagem? Comente e compartilhe nas redes sociais, Feliz dia das crianças!!!!

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Piadas ruins sobre games

Olá, povo que ri de piada sem graça, tudo bem? Eu tive que pensar em uma ideia de postagem que seja curta e rápida, só para este mês ter mais de uma postagem e também porque sou preguiçoso e estou precisando parar de enrolar... Vamos lá! 
Lembrete: Lembra que escrevi que preciso parar de enrolar? Menti porque vou enrolar com lembrete, Hahaha! Admito que isto é uma mentira de uma mentira, só queria lembrar que talvez alguns de vocês não possam entender as piadas, pois precisam de entendimento de franquias específicas de Games, por isto tentarei explicar com alguns textos adicionais (se pelo menos eu não esquecer) que piadas ruins não significam necessariamente sem graça e sim trocadilhos e, por último, algumas piadas eu não inventei. 
Piadas sobre Zelda:  
Resultado de imagem para zelda ocarina of time
1: Por quê o Ganondorf odeia a Internet? Porque tem muitos Links*
2: Um homem ouviu boatos de que hackers disponibilizaram o novo jogo de Zelda ilegalmente na Internet e este homem falou para o seu filho: Não clique em nenhum Link suspeito. 
3: Existe um acessório para o portátil Game Boy chamado de cabo Link, no qual disponibilizava a possibilidade de jogar Multiplayer com os amigos. A Nintendo é péssima para arranjar nomes, este troço deveria se chamar cabo Zelda**
4: Qual a banda favorita da princesa Zelda? Link in Park***. 
5: Era uma vez um rapaz chamado João, ele já se aventurou 3 vezes e nunca voltou, sendo assim, ele Tri foi se**** aventurar e nunca voltou. 
*: Para quem não entendeu as piadas, a primeira fala o motivo do Ganondorf não gostar da Internet, Ganondorf é um vilão recorrente da série Zelda e o nome do herói do jogo é Link, então eu fiz um trocadilho com os Links da Internet, que são estes troços de www. não sei o que.com (o trocadilho também se aplica à segunda piada). **:A terceira piada foi bem explicada, a única coisa que preciso escrever é o trocadilho com o fato de que quase todo mundo acha que o nome do Link é Zelda e na verdade Zelda é o nome da donzela não tão em apuros da série. ***: O trocadilho foi com a banda Linkin Park (uma boa banda de metal, para ser franco). ****: O trocadilho foi com a Triforce, um objeto sagrado que é muito importante para o enredo da franquia. 
Piadas com Mario: 
Resultado de imagem para super mario world 
1: O que é um pontinho rosa no meio da praia? É a princesa Beach (praia em inglês, nem preciso explicar o trocadilho).
2: Por que é mais fácil nadar com o Mario pequeno nas fases aquáticas? porque ele é Marinho.
3: Mario saiu e nunca mais voltou, qual o nome do jogo? Mario Parte*.
4: Vocês já sabem o que significa ser, juntem com a palavra arco em inglês (bow, também pode significar laço) e forma o Bowser, então significa que o Bowser quer ser um arco? (a pida ficou engraçada? preciso
que comente).
5: O Mario estava lendo um papel e este papel estava escrito em um língua incompreensível, então o Mario falou - Eu Nintendo nada do que está escrito!
*: A piada foi com o jogo Mario Party. 
Piadas com Pokémon: 
Resultado de imagem para pokémon yellow 
1: Qual é a comida favorita dos treinadores Pokémon? é o Pikachurros
2: Você não me quer? Por favor, dê uma Chansey*
3: Qual é o Pokémon que rouba todo mundo? é o Bulbassalto**! 
4: Qual é o chá que os treinadores Pokémon tomam? é o Chá-rizard
5: Qual é a mulher do Blastoise? é a Blasfêmia***
6: Qual é o Pokémon que adora quadrados? é o Cubone****. 
7: Era uma vez um treinador egoísta, ele foi tentar trocar o seu Mewtwo por outro Pokémon e ele falou - Este Pokémon não é seu, é Meutwo
8: Quais os Pokémons que estão doentes? são Pikatchoo***** e Blastosse
*: Trocadilho de Chance com o Pokémon Chansey. **: Junção de Bulbassauro com assalto. ***: Trocadilho triplo (Blastoise, fêmea e blasfêmia, uma palavra que significa uma ofensa a Deus). ****: Trocadilho com o Pokémon Cubone e cubo. *****: Junção de Pikachu com a onomatopeia (palavra que simula o som de alguma coisa) inglesa de um espirro. 
Piadinha com Fire Emblem: 
- Já que eu não manjo muito desta franquia e algumas pessoa a desconhecem, só vou escrever que é uma franquia emblemática da Nintendo.
Piadas de Minecraft:  
Resultado de imagem para minecraft
1: Um homem foi passear em um lugar e falou para sua namorada, eu já Steve* (pronuncia-se estive) ali. 
2: Qual é o monstro do Minecraft que mais gosta de crepe? é o Creper**
3: Qual o monstro do Minecraft que só aperta a tecla enter no teclado? é o Enterman***. 
*: Piadinha com o nome do protagonista. **: Um pequeno trocadilho com o monstro Creeper com aquela comida. ***: Piada com o Enderman e a aquela tecla que tem uma seta apontando pra esquerda em baixo de outra tecla parecida. 
Piadas com Jogos de Tiro: 
1: Qual é o jogo de tiro que gosta de futebol? (esta pergunta não tem sentido) é o CS:Gol*
2: Eu tinha chegado atrasado para a escola e um dos meus amigos me disse - Antes tarda Duke Nukem**. 
3: Qual é o jogo de tiro favorito dos peixes? Splatum***. 
4: Qual é o jogo que retrata fielmente os presidentes do Brasil? Presidente Evil****
5: Qual é o Call of Dutty que mais precisa de Internet? Call of Duty: Modem Warfare*****
*: Piada com CS:GO (Counter Strike: Global Offensive) e gol de futebol. **: Trocadilho da frase "Antes tarde do que nunca" com o jogo Duke Nukem. ***: Junção do jogo Splatoon e o peixe atum (pior que a piada faz sentido, pois o jogo meio que se passa numa versão quase no mar de Tokyo). ****: Trocadilho de Resident Evil com presidente (só pra constar, não tem nenhum presidente brasileiro na série). *****: Piada com o subtítulo do quarto jogo da série Call of Duty (Modern Warfare) e aquele Modem que você usa pra rodar a Internet (se estiver escrito asneira corrija-me). 
As piadas ficaram engraçadas? Quais você entendeu sem precisar de explicação? Qual foi a piada mais engraçada? E qual foi a mais sem graça? Gostou da postagem? Comente e compartilhe nas redes sociais, Tchau e que Celso por ti olhe!